Afinal de contas, devíamos ser mais materialistas

Todos conhecemos o potencial de corrupção que a linguagem imprime no nosso mundo, certo?